sábado, 19 de agosto de 2017

Capítulo 59 - O que esse menino tá fazendo?

Cheguei na minha casa eram quase 17h, o Gui me pegou no aeroporto, disse que foi a pedido da Gabi. Nem reclamei, conversei com ele só o básico e quando entramos no carro o contei sobre tudo o que tinha acontecido em Goiânia, ele, assim como eu, não entendeu o por que de o Júnior ter terminado e me disse que iria descobrir isso. Ele me deixou aqui e voltou pra Santos, porque como o Bernardo ainda é novinho, ele não queria deixar a Dani sozinha com ele.
A Rose não estava em casa, então fui pro meu quarto, desfiz minhas malas e, mais uma vez, tirei minhas fotos com o Júnior dali.
Sentei na cama e fiquei pensando em como minha vida tem desandado ultimamente, devo ter feito muita merda na vida passada, porque não é possível.
Fiquei o dia inteiro pensando no que vem acontecendo. A Gabi chegou e me deu muita força, como sempre. Ela também me contou o que aconteceu depois que fui embora e, por mais que eu tenha pedido pra ela não falar nada lá, o Júnior bem que mereceu o que aconteceu. Depois de tanta conversa e muitos conselhos, assistimos algumas séries, comemos besteiras, rimos um pouco e depois dormimos juntas.

10 de agosto de 2016
Estou relativamente bem, não fico me lamentando, chorando pelos cantos ou me remoendo pelo que aconteceu. Achei estranho o fato de o Neymar não ter aparecido com ninguém na mídia, mas isso não diz respeito a mim, até porque, ele está lá com a seleção e eu não quero saber de nada sobre ele.
As olimpíadas começaram e o Brasil empatou os dois primeiros jogos, o que fez várias criticas caírem sobre ele. Eu fiquei bem triste, porque apesar de não estar mais com o Neymar, não posso negar que ele é um grande profissional e se doa, sempre dando seu melhor. Mas enfim, torço muito pra seleção conseguir o ouro pra gente. A prova disso é que eu aceitei o pedido da Nadine e vim com ela pra Salvador, ver o jogo do Brasil contra a Dinamarca. Viemos eu, ela, a Rafa e a Gabi, além dos meninos.
Minha relação com a família dele continua maravilhosa, nada mudou. Já começaram a falar sobre o término do nosso namoro, até porque, eu apaguei todas as nossas fotos do instagram e, apesar de ele não ter feito o mesmo, já disseram que fontes próximas a nós, confirmaram o fim. Sendo que só quem é próximo de nós dois, sabe o que aconteceu. Alguém certamente abriu a boca.
 Acordei no quarto e já estava tudo claro, olhei pro lado e a Rafa ainda dormia, olhei as horas e eram 10h40
Clara: Rafaella, acorda - balancei ela - Rafa, acorda maldita - a empurrei e ela caiu da cama
Rafa: CLARA, SUA RIDÍCULA - eu comecei a rir e ela levantou - você me paga, idiota, machucou meu braço - falou sério, mas depois acabou rindo - palhaça - rimos
Clara: te amo, lindinha - ri - vamos pra piscina, vai
Rafa: não sei como você consegue ficar com essa animação - revirou os olhos
Clara: já são quase onze horas, garota, para de ser preguiçosa - joguei o travesseiro na cara dela, que riu
Rafa: chata, eu vou me trocar
Clara: e eu vou escovar meus dentes
Rafa: faz isso, porque eu não tô aguentando o bafo
Clara: claro, sua boca tá perto do nariz - gargalhei
Rafa: aff, idiota - riu - sai daqui
Clara: manda mensagem pra Gabi, pra ela descer também - entrei no banheiro. Fiz minhas necessidades, escovei os dentes, coloquei meu biquini, vesti um short jeans, saí do banheiro e a Rafa também já estava de biquini
Rafa: Gabi disse que já tá descendo - eu assenti e ela entrou no banheiro. Arrumei uma bolsinha pra levar lá pra baixo e tirei uma foto no espelho da salinha que tinha ali no quarto.
mclarafbertolli: Vamos aproveitar Salvador, da forma que tem que ser hahaha
onelovemcbertolli: VOCÊ É MARAVILHOSA!!
nadine.golcalves: Linda!
torcida_clamar: Como você consegue ser tão perfeita? você perdeu tudo isso mesmo @neymarjr?
usermasc: gostosa
guipitta: vai pra piscina?
gabsmarques: desce logoo!!
marcelafbertolli: Linda filha, te amo
mclarafbertolli: @nadine.golcalves vamos descer tia, linda é a senhora// @guipitta siim, bora?// @gabsmarques tô esperando a Rafa!!// te amo mamãe @marcelafbertolli
Parei de ver os comentários quando a Rafa saiu do banheiro
Clara: pronta?
Rafa: só vou pegar meu celular, pera - pegou o mesmo, me entregou o bronzeador dela e descemos.
[...]
Almoçamos lá embaixo mesmo, depois voltamos pra piscina e ficamos até quase 17h, aí subimos pra nos arrumar.
Fiquei pronta já eram 19h30, peguei minhas coisas e fui pro quarto da Gabi, já que a Rafa já tinha ido pra lá. Bati na porta e a Gabi abriu
Gabi: oi linda - eu ri e entrei
Clara: todas prontas?
Rafa: sim senhora, minha mãe já avisou que está terminando
Clara: ela vem pra cá ou a gente se encontra lá embaixo?
Rafa: ela vem aqui
Gabi: vou perguntar pro Gil se eles já estão prontos - eu assenti e ela pegou o celular
Rafa: você vai com a gente no hotel da seleção depois do jogo né?! - disse me olhando
Clara: tá louca? claro que não vou, amanhã cedo eu tô indo embora
Rafa: ah Clara, para vai, você não precisa falar com o Juninho
Clara: não Rafa, sério
Gabi: o que? - voltou ali
Rafa: ela não vai com a gente pro hotel - a Gabi me olhou
Gabi: o Rafinha vai estar lá, vamos? por favor, eu não deixo nem você lembrar que o Neymar tá lá - eu fiquei a olhando - pelo Rafinha
Clara: tá, mas eu não vou ficar muito tempo
Rafa: lindinha - riu e me abraçou
Gabi: eu sou demais - rimos e o celular da Rafa tocou, ela atendeu e logo desligou
Rafa: minha mãe tá descendo - pegou suas coisas
Gabi: bora então - pegamos tudo e saímos, já dando de cara com a Nadine saindo do elevador
Nadine: já vamos nesse - segurou o mesmo e entramos, ela apertou o térreo e a porta fechou - depois do jogo você vai pro hotel com a gente, né?! - disse me olhando
Rafa: ela vai! - eu a olhei - pra ver o Rafinha - revirou os olhos e a tia Na deu risada
Nadine: menos mal - rimos
Encontramos o s meninos lá embaixo, o Big chegou com a van e fomos pro estádio.
O jogo foi tranquilo e, diferente dos outros, o Brasil jogou bem e ganhou de 4x0 da Dinamarca. Comemoramos bastante e quando acabou, fomos pro hotel em que a seleção estava
Jota: meu, eu tô doidão - disse assim que saímos da van e nós rimos
Gu: isso porque tomou três copos de cerveja só - riu
Nadine: três copos enormes né - eu ri - se controla hein Jota - rimos e entramos no hotel, a tia falou com um cara lá e ele nos levou onde os jogadores estariam. Entramos lá e logo vi ele, mas desviei o olhar quando ele me viu e fui até o Rafinha, que estava conversando com o Gabigol
Clara: oi - sorri o olhando
Rafinha: eu pensei que você não vinha - me abraçou
Clara: só vim por você - ele riu e desfizemos o abraço
Rafinha: essa é a Clara, tu já conhece né?! - perguntou pro Gabriel
Gabriel: claro - riu - trabalhou em muitos jogos do Santos e é namorada do Ney né - deu uma risadinha - prazer - deu um beijo na minha bochecha
Clara: prazer... mas eu não namoro mais com o Neymar- ri fraco
Gabriel: nossa, desculpa, eu não sabia - eu ri
Clara: relaxa - o Rafael riu - e parabéns pelos gols (ele fez 2) - sorri
Gabriel: opa, valeu - sorriu também e vi o Júnior chamando ele - já volto
Rafinha: ninguém percebeu que o Neymar ficou com ciumes de você né - riu
Clara: não sei que ciumes, a gente terminou por vontade dele, até porque, ele gosta de outra - revirei os olhos
Rafinha: e você acreditou nisso? - eu o olhei séria - meu, você não acha que se tivesse outra pessoa, ele já teria aparecido com ela?
Clara: ah, e ele terminou comigo por que então? me traiu?
Rafinha: você acha que ele faria isso com você? 
Clara: não sei, já é a segunda vez que ele termina comigo
Rafinha: você acha que ele faria isso com você? - repetiu a pergunta
Clara: não - bufei - chega de falar dele, eu só vim pra te ver
Rafinha: o lado bom dessa separação - riu e eu gargalhei
Clara: você é idiota - rimos - olha, daqui a pouco eu tô indo embora tá?!
Rafinha: vai nada
Clara: vou sim, meu voo é muito cedo
Rafinha: chata mesmo - eu revirei os olhos 
Ficamos ali conversando e percebi que o Júnior estava se aproximando
Júnior: ae princesa - falou pro Rafinha, quase chegando até nós
Clara: eu tô indo - o Rafael me olhou e ele chegou ali - tchau - dei um beijo na bochecha do Rafa e ele me abraçou - amo você
Rafinha: amo você também, vai com cuidado - desfiz o abraço e assenti, saindo dali sem nem olhar na cara do Júnior.
Me despedi do pessoal e percebi que ele ficou me olhando. Saí de lá, chamei um táxi e fui pro hotel em que eu estava. Entrei no meu quarto, terminei de arrumar minhas malas, tomei um banho e capotei.

20 de agosto de 2016
Hoje é a final do futebol masculino nas olimpíadas e graças a Deus, o Brasil conseguiu chegar. Vamos pegar a Alemanha e eu tô louca pra darmos o troco daquele maldito 7x1!
Estou no Rio de Janeiro com o pessoal, pois prometi pro Rafael que estaria aqui, unica e exclusivamente por ele.
Um dia desses conversei com a minha mãe e, inevitavelmente, chegamos ao assunto Neymar Júnior, que eu inclusive tenho evitado bastante. Ela me deu milhões de conselhos e disse pra eu tentar entender ele, porque ele deve ter feito isso tudo pra focar só nas olimpíadas. Não sei se consigo pensar assim, mas se foi realmente isso e ele quiser voltar comigo depois, vai ter que se empenhar muito pra conseguir.
Já estou terminando de me arrumar pra ir ao Maracanã e, bom ou não, estou indo com a camisa dele, já que foi a única que eu trouxe. Terminei de arrumar meu cabelo e estava pronta. Peguei minhas coisas, o ingresso e fui até o quarto da Rafa, bati na porta e ela abriu.
Clara: você não tá pronta ainda peste - entrei e fechei a porta
Rafa: calma, só falta meu tênis - riu e foi colocá-lo - minha mãe já está lá embaixo com o Davi e a Gabi
Clara: os meninos já foram mesmo?
Rafa: já porque eles vão ficar lá embaixo né
Clara: imagina a bagunça se ganharmos o ouro - rimos
Rafa: quase nem vão estar bêbados - eu ri - pronto - se levantou e pegou suas coisas - bora - saímos do quarto, ela fechou lá e descemos.
Encontramos as três e o Davi ali embaixo
Clara: chegamos - ri
Gabi: um ano pra descer
Rafa: culpa dela - apontou pra mim
Clara: claro, eu que tava descalça no quarto - a Rafa riu
Nadine: essa Rafaella é terrível
Rafa: alá, o negão chegou - apontou e vimos ele saindo do carro
Davi: Big! - correu e o Big o pegou no colo. Cumprimentamos ele e fomos pra van.
[...]
Chegamos no Maracanã e fomos direto pro camarote, onde o tio Neymar estava e pra minha surpresa, o Bolt também. O Nego do Borel chegou depois e nos cumprimentou, ele é uma figura!
Ficamos todos ali conversando, enquanto não começava o jogo. Resolvi postar uma foto antes, mesmo que fossem ficar falando da minha camisa, por ter o autógrafo dele.
mclarafbertolli: Hoje não vai ter Alemanha que segure. Vai dar Brasil! esse ouro é nosso rapá!

Não olhei os comentários, porque os jogadores começaram a entrar em campo. Na hora do hino eu até me emocionei, foi lindo! Logo o jogo começou e a torcida não parava de cantar, eu estava super nervosa, porque pegar a Alemanha, seja em qualquer esporte, é um trauma.
Em algum momento do jogo, ainda no primeiro tempo, a Alemanha fez uma falta perto da área e o Júnior já pegou a bola, pra batê-la. Eu juro que nunca pedi tanto a Deus, como pedi pra que ele fizesse aquele gol. Todos se organizaram, ele botou a bola no chão, deu sua habitual distância de cinco passos pra trás, o juiz apitou e... GOL! Na hora que aquela bola entrou, foi fantástico, o Maracanã todo pulando, eu gritava igual louca, até chorei e abracei a Rafa. Olhei pro telão e estava mostrando o Júnior fazendo o gesto igual ao Cristiano Ronaldo com o "eu tô aqui". Esse menino é foda! eu ri e balancei a cabeça negativamente.
Nadine: ai que felicidade - sorriu com os olhos cheios de lágrima
Davi: tia Clara - o olhei - foi gol do meu pai - disse todo feliz, com seu ipad na mão
Clara: eu vi meu amor - sorri - ele é demais né - ele assentiu todo feliz e a Gabi riu
O resto do jogo foi de fazer sofrer, porque no segundo tempo a Alemanha empatou e nós ali éramos puro nervosismo. O empate persistiu e então fomos pra prorrogação, que continuou empatada e aí era pênalti e com certeza eu não iria aguentar.
Gabi: pênalti não, eu vou morrer cara - eu já estava chorando
Neymar: calma, esse ouro é nosso
Nadine: tá tudo escrito já - aí que eu chorei mais né, futebol mexe muito comigo, ainda mais com duas pessoas especiais estando cem campo.
Nego: Jesus, eu vou morrer - disse de um jeito engraçado e eu ri
Davi: tia Clara
Clara: oi meu amor - sequei meu rosto
Davi: não chora, o meu pai vai ganhar - eu sorri
Clara: eu sei que vai, meu loirinho - disse assentindo - eu sei que vai - disse pra mim mesma
Rafa: tô nervosa
Clara: e eu? vou morrer aqui mesmo As cobranças começaram e a Alemanha bateu o primeiro e fez. O Brasil fez também e foram só acertos dos dois lados, até a quinta cobrança da Alemanha, a ultima deles antes dos alternados. O jogador deles foi pra bola e o Weverton defendeu. Nós comemoramos como se fosse um gol e pelo que eu conheço o Júnior, era óbvio que nossa ultima cobrança seria dele. Quando o vi indo pra bola, todas as minhas energias foram com ele, porque apesar de tudo, eu sei o quanto ele queria isso, o quanto ele merecia! E eu sabia também, que se ele errasse, o mesmo Maracanã lotado que o apoiou, iria esmagá-lo caso botasse tudo por água abaixo. - faz Júnior, faz - dizia em voz baixa e com os dedos das mãos entrelaçadas. Ele foi até a bola, pegou a mesma, a beijo e, ali eu tive a certeza de que o ouro era nosso. A melhor amiga dele tinha recebido o carinho que ela tanto gosta, o beijo de "entra lá e realiza o nosso sonho". Ele a colocou na marca de cal, se preparou e bateu. Quando vi aquela bola entrando e o telão mostrando o Júnior chorando feito criança, minha única reação, além de gritar, foi chorar e abraçar as meninas com a tia - ELE CONSEGUIU, ELE CONSEGUIU! - foi o que eu conseguia dizer. Ele conseguiu! Nesse momento eu tive a certeza de que eu não iria deixar de amá-lo tão fácil.
Rafa: caralho, eu tô muito feliz - disse me abraçando
Clara: ele conseguiu mano - nós duas chorávamos
Nadine: isso é maravilhoso - eu me soltei da Rafa e a abracei
Clara: seu filho conseguiu tia - sim, era só o que eu sabia dizer
Nadine: NÓS conseguimos - deu ênfase - você faz parte de tudo isso, mesmo sem estarem juntos - eu nem sabia o que dizer, apenas desfiz o abraço, sorri e dei um beijo na bochecha dela.
Os jogadores comemoraram pra caramba lá, choraram, se abraçaram e etc. O Júnior estava na frente da torcida e falava com alguém, que eu obviamente não sabia quem era, mas com certeza, algum dos meninos. Ele foi lá do outro lado da torcida e tal, depois ele voltou pra frente de onde os meninos estavam e subiu ali, indo no meio da torcida. Eu e as meninas levantamos pra ver o que ele estava fazendo ali e a única coisa que consegui ver, foi o pessoal abrindo um caminho ali no meio e uma dessas pessoas pareciam o Gustavo, mas depois não consegui ver mais
Gabi: o que esse menino tá fazendo? - riu
Nadine: ele tá abraçando alguém ali - eu subi na cadeira e ele realmente estava abraçando alguém, mais precisamente, uma mulher
Clara: quem é? - eu não conseguia ver direito
Rafa: é a Bruna - disse olhando lá pra baixo, depois de subir numa espécie de murinho que tinha ali, ela parecia querer entender o porque daquilo
Gabi: É O QUE? - subiu com ela - por que ele tá fazendo isso?
Clara: vocês estão brincando né?! - dei uma risada sem graça e tentei ver, mas ele já estava voltando pro campo
Rafa: não, é sério e eu não sei por que ele fez isso - eu me sentei, ela desceu dali e me olhou - não fica assim - sentou do meu lado. 
Clara: ele fez porque estão juntos né, meio óbvio - ri nervosa. É claro que era a Bruna, como não pensei nisso antes? E eu querendo acreditar que ele tinha terminado pra ficar mais focado. Burra! eu sou muito burra
Nadine: Clara - eu a olhei segurando as lágrimas - esquece isso minha filha, depois a gente vê isso - eu assenti e ela me abraçou - tô com você
Clara: obrigada tia - minha voz saiu embargada - vou no banheiro - me soltei dela, saí dali e nem esperei elas falarem nada. Entrei no banheiro e como obviamente, ele estava vazio, eu desabei no choro. Não acredito que ele fez isso comigo, não acredito!
Gabi: amiga - me abraçou assim que entrou ali
Clara: por que ele fez isso comigo Gabi? - eu não conseguia parar de chorar
Gabi: calma, não fica assim, por favor
Clara: você viu o que ele fez? pra que isso cara? na frente de todo mundo. Ele acabou comigo
Gabi: olha pra mim - desfez o abraço e eu a olhei - para de chorar por ele tá, eu adorava o Neymar, mas depois disso, eu tô odiando, ele não merece que você derrube uma lágrima por ele, tá me entendendo? - disse firme e eu assenti
Clara: mas - sequei meu rosto - vocês tem certeza de que era a Bruna?
Gabi: amiga, era, infelizmente, ela tinha virado o rosto um pouco e deu pra ver
Clara: por que ele fez isso?
Gabi: porque ele é um idiota, só por isso... pra que fazer essa palhaçada toda? foi ridículo
Clara: não sei nem o que eu tô sentindo agora - me encostei na pia
Gabi: só esquece isso. Esquece isso, esquece ele e segue sua vida - eu assenti, mas não estava nem prestando atenção
Clara: eu vou bloquear meu instagram - peguei meu celular já imaginando o inferno que ia virar minha vida depois de tudo isso. Abri o insta e privei o meu perfil
Gabi: vamos voltar pra lá? - eu assenti, passei uma água no rosto e voltamos pro camarote, eles já tinham pego as medalhas
Nadine: me desculpa, mas eu não sabia - me abraçou
Clara: para, você não tem culpa de nada - desfiz o abraço e sorri de canto
Rafa: meu pai disse que o Juninho não falou nada pra ele sobre isso - disse meio triste
Clara: não fala mais disso não - ela assentiu e eu me sentei
O Neymar estava lá embaixo no campo e pelo que eu entendi, estava pedindo pra levarem o Davi pra ele. E era isso mesmo, porque o Big veio ali, pegou o Davi e foi descendo com ele no colo, até entregarem pro pai.
Gabi: eu vou ligar pro Gil - pegou o celular, discou lá e já começou a falar - oi amor nada, você sabia dessa palhaçada? - a tia Na riu - que o Neymar ia abraçar essa menina - ela olhou pra cima - não se faz de louco, tô falando da Bruna - ficou escutando - e onde você tá então? - ela riu muito puta - e por que o Gustavo tava lá? você não tá do lado dessa merda não né, Gilmar - eu ri, essa minha amiga é muito louca - eu espero mesmo que você não saiba de nada, só isso que tenho pra te dizer, tchau - colocou o celular no bolso
Rafa: você é louca - rimos
Gabi: sou mesmo e ele sabe - ela me olhou - ele disse que ão tava sabendo de nada e nem sabia que ela tava no jogo
Nadine: isso é muito estranho, porque o Juninho sempre fala pros meninos sobre o que acontece
Clara: vamos esquecer né, eu não quero saber, vamos comemorar o ouro e seguir a vida - tentei afirmar isso pra mim mesma.
Esperamos mais um pouco lá, o Big trouxe o Davi de volta e nós saímos de lá, porque ainda iríamos pro hotel da seleção, onde teria uma festa pra familia dos jogadores no salão de lá mesmo.
[..]
Chegamos no hotel depois de passar no que estávamos, para nos trocar. Ali no salão só tinham alguns jogadores, enquanto outros ainda se arrumavam. O Rafinha já estava ali e pra mim, isso era o que importava. Fui até ele, lhe abracei e ele me tirou do chão
Clara: PARABÉNS PORRAAAA - gritei e ele riu, me colocando no chão
Rafinha: obrigado meu amor, tô feliz pra caralho - eu sorri - você tá bem?
Clara: tô ótima - ele continuou me olhando e eu sabia o por que - eu não quero falar disso
Rafinha: e não vamos - sorriu e me abraçou de novo - obrigado por ter vindo, sei que pra você não é fácil - me soltou
Clara: acho que valeu o esforço né - rimos. Fiquei ali conversando com ele, depois chegou o Thiago, irmão dele, a Valéria, mãe, o Mazinho e a Thaisa, irmã. Falei com eles e demos boas risadas, principalmente com o idiota do Thiago. 
Thaisa: o Thiago adora tirar uma com a cara dos outros - ele riu
Clara: com a minha principalmente né - ela gargalhou
Valéria: isso é amor, Clara - eu ri
Thiago: viaja não mãe
Rafinha: é, só quem ama a Clara sou eu - me abraçou de lado e eu ri
Mazinho: é Clara, você tá no meio termo - rimos, pedi licença ali pra eles e fui falar com o Gabriel, Thiago Maia e Zeca, que apareceram ali e eu fiquei mais próxima deles graças ao Rafa. Parabenizei eles, conversamos um pouco e o Jesus também chegou por ali
Gabriel: glória, glória, aleluia - eu o interrompi
Clara: tá, ele é bom, mas música de palmeirense não
G. Jesus: nossa, que desfeita - eu ri
Clara: tá bom vai, é o Gabriel Jesus - terminei a música e eles riram, certamente por eu ter cantado sem empolgação
G. Jesus: era melhor não ter cantado mesmo - eu gargalhei
T. Maia: o menino tá brabo - rimos
Zeca: a Clara tá super imparcial aqui
Gabriel: só tem santista né, Jesus é intruso - riu
G. Jesus: oloco, eu tô vazando então
Clara: não, menino Jesus, fica - rimos - deixa eu ver essa medalha aí vai, tu é o único que tá com ela - ele tirou a mesma e me entregou - bem demais né - disse depois de colocar o meu pescoço e eles riram
T. Maia: tá se achando a Marta já - eu ri e devolvi a medalha pro Gabriel
Clara: vocês só pesam na minha, meu Deus - ri - alá, vão lá fazer a festa de vocês - disse depois de ver a maioria dos jogadores subindo ali no palco, pra cantar, inclusive ele. Olhei ali em volta e achei estranho a atriz não estar presente, porém, agradeci a Deus. Fui pra perto da Rafa e da Gabi, onde também estavam alguns dos meninos, pra ser mais exata, o Gil, Gustavo, Gui e o João - olar - todos responderam, cumprimentei os meninos, menos o Gustavo, que até então, foi o único que eu vi na hora daquela palhaçada
Gustavo: qual é Clarinha - ele estava "levemente" alterado, foda-se
Clara: não fala comigo não - olhei pro Gui - dá pra gente conversar ou você tá muito bêbado?
Gui: tô bem né - eu ri - vamo ali - colocou a mão no meu ombro e foi me levando pra fora do salão - mano, só quero que você saiba que eu não sabia de nada e ainda não sei, só vou falar com ele depois disso tudo - eu sorri pelo simples fato de ele me entender sem eu precisar dizer nada
Clara: eu imaginei que você não soubesse - sorri de lado
Gui: na verdade, ninguém sabe, ele falou alguma coisa só pro Gu
Clara: percebi né - ele riu
Gui: mas sério, não desconta nele não, ele tá bem louco já - eu revirei os olhos - Clarinha, é sério
Clara: tá, eu não vou falar com ele, vou fazer nada ué
Gui: tu é muito cabeça dura
Clara: eu sei, bora voltar pra lá - voltamos lá pra dentro e antes de ir com o pessoal, passei no banheiro, enquanto o Gui ia na frente. Entrei no banheiro e estava um pouco tonta. Por que? não sei, mas estava. Fiz xixi, saí, lavei minhas mãos, sequei, saí do banheiro e enquanto passava pelo canto, senti alguém puxando meu braço e me virei - me solta! o que você ainda quer comigo? 







Como eu havia dito, vou dar emoção a essa fic.
Não teve muitos comentários, mas como estava em falta com vocês, postei mesmo assim.
Por favor, comentem e digam o que estão achando. 
Preciso da opinião de vocês pra continuar.
Vocês estão gostando? espero que sim.
Obrigada pelos comentários no ultimo post.
Beijos!
















quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Capítulo 58 - Eu espero nunca mais te ver na minha vida

Meninas, eu ia fazer a festa de formatura detalhada, mas como eu demorei pra postar, a história vai ficar muito atrasada, então eu vou pular a formatura, ok? E não se preocupem, não ia ter nada de mais, apenas um momento importante pra Clara.


Subi, entrei na sala e minha turma já estava lá, então cumprimentei todos eles e começamos a organizar a nossa gincana.
[...]
Deu o horário do almoço, me despedi das crianças, que teriam a merenda e depois aula de informática, desci pra sala da Nadine e o Júnior estava lá com a Rafa
Clara: olha só quem apareceu por aqui - ri e abracei a Rafa
Rafa: que saudade - me abraçou mais forte
Clara: muita, muita - nos soltamos - tudo bem? - dei um beijo na bochecha dela
Rafa: tudo e você?
Clara: tudo na boa - dei um selinho no Ju e um beijo na Nadine
Nadine: como foi lá? 
Clara: uma maravilha - ri - eles ficaram loucos - ela riu
Júnior: professora dedicada você - riu
Clara: eu sou né, fazer o que - me achei e nós rimos
Rafa: gente, eu tô morrendo de fome
Nadine: só pensa em comer
Júnior: tava amarrada - riu
Rafa: haha engraçadão - eu ri - vai gente
Nadine: vocês se importam de comer aqui? - perguntou pro Ju e pra Rafa
Júnior: eu não, desde que eu consiga comer - disse se referindo ao pessoal querendo tirar foto né, eu ri
Rafa: por mim tudo bem
Nadine: então eu peço pra trazerem aqui - nós assentimos e ela pegou o telefone pra ligar pro pessoal que cuida da comida.
[...] 
Almoçamos ali na sala da Nadine num clima maravilhoso, até me tirou um pouco da ansiedade que eu estava pra minha formatura. Depois de comermos, me despedi deles, fui ao banheiro, escovei os dentes e fui pra minha próxima turma. [...] Deu 15h e eu comecei a arrumar minhas coisas, desci e a Nadine já não estava mais ali. Guardei minhas coisas no meu armário, peguei meu celular, liguei ele e vi que tinha acabado de chegar mensagem do Júnior

Tô aqui na portaria
Já saiu? 
                               Tô indo

Bloqueei a tela do celular, peguei minha bolsa e saí, me despedi do pessoal que vi pelo caminho, saí pela portaria e vi o Júnior encostado no carro ali na rua. Atravessei e fui até ele
Clara: tá bem pontual hein amor - ri e dei um selinho nele
Júnior: você sabe que eu sou - riu e entramos no carro - coloca aí no GPS onde é o salão - me entregou e deu partida
Clara: não precisa, você sabe onde é, sempre vou lá - coloquei de volta no lugar
Júnior: ui, você sabe onde é - eu ri
Clara: chato
Júnior: tô te pegando na baixada, pra levar num salão na capital e você ainda me chama de chato? que ingrata - fez drama e eu ri
Clara: te amo amor - ele riu
[...]
Fomos o caminho todo conversando e chegamos no salão umas 16h40, o Rick estava livre, então me atendeu mesmo eu chegando mais cedo. Falei pro Júnior que ele podia ir pra casa e eu voltaria de táxi, mas ele quis me esperar. [...] Chegamos no meu apê por volta das 19h50, então já fomos nos arrumar. O Júnior foi pro quarto de hóspedes, enquanto eu me arrumava no meu. 
[...]
A formatura foi maravilhosa! Estava tudo lindo e eu fui escolhida pra representar a turma lá na frente, é óbvio que fiquei nervosa, mas logo passou. Minha mãe, meu pai, Thiago, meus tios e meus avós estavam lá. Além do Jú, Gui, Dani Gabi, Gil, tia Nadine, Neymar e a Rafa. Não podia ter sido melhor, juro.
Depois, nós jovens fomos pra balada em que o resto dos meninos estavam, apesar de já ter acabado o show do Thiaguinho. Chegamos em casa já passando das 6h da manhã.
[...]


16 de julho de 2016

Bom, nesse tempo que se parrou, tudo correu muito bem, tanto na minha vida profissional, quanto na pessoal.
Estou firme e forte com a Nadine e o pessoal do Instituto e estou amando essa experiência nova. Eu e o Júnior estamos muito bem, obrigada! Inclusive, estou aqui em Goiânia, porque como não sei se vou poder acompanhá-lo nas olimpíadas, resolvi vir pelo menos para o amistoso com o Japão.
[...]
Já eram 15h da tarde e estávamos eu, os meninos (menos o Gui) e a Gabi no Serra Dourada, esperando o jogo começar. Antes mandei uma mensagem pro Jú, mesmo sem ter serteza de que ele iria ver, mas pra minha sorte, ele estava online

Boa sorte meu amor, vai com tudo!
Te amo
Obrigado amor, te amo muito!

Nem respondi mais, porque certamente eles já iriam subir ao gramado para aquecer. [...] O jogo foi bom, apesar de o Jú não ter feito gol, pelo menos a seleção venceu. 
Eu, a Gabi e os meninos fomos pro hotel onde estávamos, já que a seleção iria pra lá e os jogadores teriam folga até as 14h no domingo, pois voltariam ao
Rio logo depois.

Chegamos no hotel e subimos todos
Clara: nossa gente, cansei - disse assim que entramos no quarto do Jota
Gil: cansada do que? fez nada - riu e se sentou
Clara: cala a boca
Gu: ae, a gente podia jantar fora hoje né, despedida do Juninho antes das olimpíadas
Gabi: eu apoio muito hein
Jota: também tô dentro
Cris: eu prefiro baladinha
Gabi: não vejo a hora de você voltar com a Bianca, tá muito baladeiro e arrasta o namorado dos outros junto
Cris: só disse que prefiro, eu hein
Clara: você não tem que preferir nada - rimos 
Gil: isso ae Clarinha - riu e meu celular tocou, era o Júnior

Início:
Clara: oi amor
Júnior: oi, cheguei no hotel
Clara: já tá liberado?
Júnior: tô, vocês estão em que andar?
Clara: no sétimo
Júnior: que quarto?
Clara: Jota - ele me olhou - qual é o seu quarto?
Jota: esse aqui ué - eu ri
Clara: o número, idiota - o Júnior riu
Jota: ah - riu - é 735
Clara: ouviu? - falei pro Júnior
Júnior: ouvi - ri - tô subindo aí
Clara: tá bom, beijo
Júnior: beijo, te amo
Clara: te amo também
Fim

Gu: ele vai subir? - assenti
Cris: vou fazer ele querer ir pra balada, porque aqui ninguém fica contra ele - eu ri
Clara: vai conseguir nada
Gil: certeza - rimos e bateram na porta, o Jota abriu e era o Jú com o Rafinha
Júnior: eae seus otários - falou com o pessoal e o Rafael fez o mesmo
Gu: chega metendo a banca, aqui tu não tem moral não ow - o Júnior riu e veio falar comigo
Júnior: saudades - nos abraçamos
Clara: saudade também - desfizemos o abraço e eu sorri, recebendo um beijo delicioso logo em seguida. Encerramos com selinhos e os meninos começaram a encher o saco
Júnior: vocês pesam pra caralho mano - riu e se sentou na cama, me puxando pra sentar em seu colo
Gil: os caras são tudo invejoso - rimos
Jota: cala a boca - riu - ae Juninho, bora jantar fora todo mundo?
Júnior: bora po, demorou - olhou pro Rafinha - bora?
Rafael: bora - riu
Clara: oi Rafael, tudo bem com você?
Rafael: tu tá cheia de amor com o Ney aí, não vou atrapalhar - riu e eu fiquei o olhando - chata - veio até mim e me deu um beijo na bochecha
Clara: gosto assim
Gabi: tá, mas se nós vamos sair pra jantar, a gente tem que ir se arrumar agora
Cris: eu já disse que prefiro baladinha
Júnior: que baladinha Cristian? tá bem louco, tô cansado carai - os meninos riram
Jota: não sei nem porque tenta - eu ri
Clara: eu avisei - ri
Cris: tudo velho essas porra - rimos - vai, bora se arrumar então 
Rafael: a gente se encontra que horas?
Júnior: umas nove né, o Big tá com a van, dá pra ir todo mundo
Gil: bora então - levantamos
Clara: tu vai ficar no quarto comigo? - o Júnior assentiu
Júnior: vou me arrumar lá no meu e vou pro seu deixar minhas coisas
Clara: beleza - saímos do quarto do Jota e cada um foi pro seu. Separei uma roupinha simples e fui tomar meu banho. Tomei um banho moderado, saí do banheiro, passei um hidratante no corpo e me vesti. Fiz uma make fraquinha e quando ia começar a arrumar meu cabelo, bateram na porta. Olhei e era o Júnior - que rápido - dei um selinho nele, que entrou e eu fechei a porta
Júnior: você que enrola - colocou a mala no chão e sentou na cama
Clara: você que sempre demora, queridinho - ele riu
Júnior: meu carro ficou pronto já - esqueci de falar, ele bateu o carro a uns dias atrás e não sei como isso não saiu na mídia, mas ok
Clara: você devia ter feito o cara pagar, se eu estivesse junto, ia fazer um barraco - ele riu
Júnior: para de ser besta, já falei que o cara não ia ter dinheiro
Clara: ai ai - terminei de arrumar meu cabelo
Júnior: tu pega ele pra mim?
Clara: onde?
Júnior: naquela funilaria perto do meu apê em São Paulo - eu assenti - já tá pago. Tu leva lá pro teu prédio e o Big pega lá depois, pra levar pra Santos
Clara: sim senhor, vamos? - peguei minhas coisas e ele levantou
Júnior: tá linda - sorriu e me deu um beijo demorado
Clara: você também - sorri e lhe dei um selinho - bora - o puxei pela mão e saímos do quarto. Encontramos o pessoal no saguão do hotel e logo o Big chegou com a van
[...]
Jantamos num clima maravilhoso, com muita palhaçada dos meninos e com as histórias engraçadas que alguém de nós lembrava.
Voltamos pro hotel já passava das 23h e eu fui com o Júnior pro meu quarto. Entramos e ele já foi me beijando daquele jeito louco dele. E que eu amo. 
Nossa noite, como sempre, foi maravilhosa e bem quente. Posso até dizer que foi uma das melhores hehe. Tomamos um banho juntos e depois dormimos abraçadinhos.
No domingo acordei com um barulho no quarto, olhei e era o Júnior, que estava com uma mão na cabeça e a outra segurando o celular, que ele estava olhando
Clara: nossa, que barulho foi esse? - ele se virou e me olhou
Júnior: nada, derrubei o negócio aqui, desculpa - ele estava estranho
Clara: aconteceu alguma coisa?
Júnior: não, vou tomar banho - me deu um selinho e foi pro banheiro levando o celular, ok né. Olhei as horas e já passava das dez da manhã. Levantei, arrumei tudo ali, separei uma roupa fresca, já que estava calor e o Júnior saiu do banheiro, sem nem olhar na minha cara. Gente! Nem falei nada, peguei minha roupa e entrei no banheiro, fiz minhas higienes, tomei meu banho, me vesti lá mesmo, fiz um coque mal, feito no cabelo e saí. O Júnior estava indo até a varanda e parecia nervoso
Clara: amor, tá t... - ele me interrompeu com um beijo cheio de vontade, como se quisesse me dizer algo. Encerrou com um selinho demorado e me olhou
Júnior: a gente precisa conversar - eu o olhei sem entender, o que deu nele?
Clara: fala ué, aconteceu alguma coisa? - ele se afastou um pouco
Júnior: eu... eu não sei
Clara: não sabe o que?
Júnior: desculpa - nessa hora meu coração disparou. O que esse menino tá fazendo?
Clara: Jú, por favor, o que tá acontecendo?
Júnior: eu quero terminar - eu ri
Clara: para de graça, idiota, eu hein - joguei a toalha na cara dele
Júnior: eu tô falando sério - disse realmente sério, jogando a toalha na cama e meu sorriso se desfez
Clara: não, você não tá falando sério - ri de novo, mas dessa vez, de nervoso - você está se ouvindo?
Júnior: a gente precisa terminar
Clara: que? que precisa o que, você tá louco
Júnior: Clara, eu quero terminar! - falou mais firme
Clara: por que Júnior? o que eu fiz? fala que você tá brincando - coloquei a mão em seu rosto e ele fechou os olhos, eu já estava entrando em desespero
Júnior: eu só quero terminar, você não fez nada - tirou minhas mãos do seu rosto - só confia em mim
Clara: confiar em você como? - ri, é, eu ri
Júnior: não complica Clara
Clara: ENTÃO ME FALA O POR QUE! ME FALA JÚNIOR! - eu estava me segurando pra não chorar. Ele não podia fazer isso comigo de novo - você tem outra pessoa? conheceu outra pessoa?
Júnior: nã... - o interrompi
Clara: FALA JÚNIOR, pelo amor de Deus - o olhei com decepção
Júnior: eu percebi que realmente gosto de outra pessoa - disse com um certo receio, como se quisesse simplificar as coisas, pra acabar logo com aquilo
Clara: quem é? - comecei a chorar - ME FALA QUEM É! - os olhos dele estavam rasos e ele estava nitidamente segurando pra que aquelas lágrimas não caíssem e continuou calado - por que você tá fazendo isso comigo? o que eu te fiz? ontem tava tudo bem, Júnior, a gente transou nessa cama - apontei - VOCÊ DISSE QUE ME AMAVA!
Júnior: não duvida disso - as lágrimas escorreram pelo seu rosto e ele ficou de costas pra mim
Clara: como eu não vou duvidar? olha o que você tá fazendo comigo, com a gente!
Júnior: eu não posso...
Clara: não pode o que? o que você não pode? - ele ficou calado - FALA ALGUMA COISA JÚNIOR!
Júnior: só me devolve a aliança e eu vou embora - eu fiquei o olhando incrédula e ele se virou pra mim
Clara: você vai fazer isso mesmo? vai acabar comigo mais uma vez, a troco de nada? - eu já nem tinha mais lágrimas pra derrubar - não faz isso - as lágrimas no rosto dele escorriam sem parar, mas ele continuou em silêncio - ok... tudo bem, toma - coloquei a aliança em cima da cama - olha Júnior, eu espero nunca mais te ver na minha vida, espero do fundo do meu coração! Você acabou de morrer pra mim - ele não falou nada e pegou a aliança, secando o rosto em seguida
Júnior: tchau - pegou sua mala, foi saindo e abriu a porta - não esquece que eu te amo - fechei os olhos e ele saiu do quarto, me deixando em pedaços, com o meu mundo desmoronando.
Me sentei na cama e não estava acreditando que ele tinha feito isso comigo, de novo. Eu devo ser muito idiota mesmo, nasci pra isso, não é possível.
Parei de chorar e peguei meu celular, mandei mensagem pra Gabi e pedi pra ela vir no meu quarto. Depois de uns cinco minutos, bateram na porta, sequei meu rosto e fui abrir, vi ela ali e a abracei
Gabi: o que aconteceu? - entramos e ela fechou a porta - cadê o Júnior?
Clara: ele terminou comigo de novo, Gabi
Gabi: você tá brincando né?! eu não acredito que ele fez isso
Clara: fez, ele fez de novo cara, por que? - voltei a chorar
Gabi: mas, ontem vocês estavam bem
Clara: é, eu sei, mas ele terminou. Acordei e ele estava com o celular na mão e a outra mão na cabeça, ele já estava nervoso e mal falou comigo
Gabi: e o que ele disse?
Clara: que queria terminar, disse que percebeu que realmente gosta de outra pessoa - parei de chorar e sequei meu rosto
Gabi: meu Deus, eu vou matar o Júnior... mas, pera, percebeu que realmente gosta? então ele já conhecia a pessoa?
Clara: não sei Gabi, não sei e nem quero saber, ele ainda veio dizer pra eu não duvidar do amor dele por mim. 
Gabi: como assim? gosta de outra pessoa, termina com você, mas te ama? - riu e balançou a cabeça - tem alguma coisa estranha nisso
Clara: só sei que eu não quero saber mais, eu tô acabada, só sei que não quero mais saber do Júnior, quero distância dele - voltei a chorar
Gabi: não fica assim - me abraçou
Clara: eu tô chorando é de raiva! cara, ele não podia ter feito isso comigo de novo, não podia
Gabi: se ele fez, é porque não te merece, mas ele ainda vai ter que me explicar isso
Clara: não, esquece ele - sequei meu rosto novamente - deixa isso pra lá, tudo o que acontece de ruim, é pra melhorar, não é? eu vou parar de ser assim, sabe?! vou mudar meu jeito, cansei de ser boazinha e só levar na cara
Gabi: isso aí, é assim que se fala - deu um beijo na minha testa - só não deixa de ser essa pessoa maravilhosa - eu sorri
Clara: eu te amo - a abracei
Gabi: te amo muito e tô aqui sempre que precisar
Clara: obrigada - desfiz o abraço - é... eu vou comprar passagem pra eu ir embora mais cedo tá, não quero ter que ir com os meninos fazendo cara de dó
Gabi: o que for melhor pra você, eu apoio... quer que eu vá contigo?
Clara: não, pode ficar com o Gil, deixa que eu me viro - sorri de canto e ela retribuiu
Gabi: então eu vou te ajudar a arrumar as coisas, enquanto você vê a passagem - eu assenti e peguei o note que eu havia trazido. Consegui passagem pro voo das 14h e como já era quase 12h, já me arrumei e terminei de ajudar a Gabi - pronto, tudo certo - fechou minha mala
Clara: obrigada, você é a melhor pessoa desse mundo - ela sorriu
Gabi: essa pessoa é você, eu só tento retribuir - eu ri fraco - não te quero chorando tá?! - eu assenti - se não deu certo, não era pra ser
Clara: é, mais de dois anos da minha vida jogados no lixo
Gabi: foram mais de dois anos de aprendizagem, pensa assim - eu assenti e olhei as horas, 12h47
Clara: bom, deixa eu ir - peguei meu celular - quando você chegar lá, fica na minha casa pra dormir comigo
Gabi: claro que sim - eu a abracei - vai com Deus
Clara: fica com Ele - desfiz o abraço - se o Neymar não contou, não fala nada pros meninos tá?1
Gabi: pode deixar - eu peguei minhas coisas
Clara: tchau - dei um beijo nela
Gabi: avisa quando chegar - eu assenti, saímos do quarto e eu tranquei o mesmo. Me despedi ela mais uma vez e fui fechar minha estadia, pra ir embora.

Gabriela narrando
Depois de me despedir da Clara, recebi uma mensagem do Gil, dizendo que eles já estavam almoçando aqui no hotel mesmo. Só espero que o Júnior não esteja junto, porque eu estou com muita raiva dele. Entrei no elevador e desci. Avistei o pessoal sentado lá nas mesas e o filho da puta do Neymar (Nadine que me perdoe) estava junto.
Gabi: oi gente - eles responderam e o Neymar estava com a maior cara de bunda. Dei um selinho no Gil e me sentei ao lado dele - tudo bem?
Gil: tudo e você?
Gabi: mais ou menos - olhei pro Júnior
Gu: ei, cadê a Clarinha - ele ficou quieto e o Gil me olhou
Gabi: ela foi embora - o Júnior abaixou a cabeça
Jota: ué, por que?
Gabi: pergunta pro Neymar - sorri sínica, ele me olhou e eu ergui a sobrancelha - fala pra eles!
Gu: ih, o que rolou, Juninho? - olhou pra ele depois de olhar pra mim
Júnior: esquece isso
Gabi: esquece não, porque todo mundo aqui gosta da Clara e eles são seus amigos, não vai contar por que? - ele me olhava com um olhar de tristeza, não sei o por que, mas eu vou continuar com isso!
Cris: qual é, Ney? - ele olhou pros meninos e ficou quieto
Gil: Juninho - o Júnior respirou fundo
Júnior: eu terminei com ela
Jota: você o que? - falou um pouco mais alto
Gu: por que mano?
Gabi: fala o porque, vamos ver se você consegue ser sincero pelo menos com os seus amigos - o encarei
Gil: o que tá acontecendo mano? por que você tá falando assim? - me olhou e eu lembrei do estado da Clara, sabe quando fica aquele nó na garganta? eu estava com muita raiva do Júnior. Não consegui falar mais, senão iria chorar - qual foi Juninho?
Cris: fala aí mano - olhou pra ele
Júnior: coisa minha mano, não dava mais - eu ri e ele me olhou
Gabi: eu vou subir porque eu não aguento olhar pra gente que não tem vergonha cara - levantei
Gil: amor, calma - segurou meu braço
Gabi: depois Gil - sequei uma lágrima que escorreu pelo meu rosto e dei um selinho nele - depois a gente conversa
Jota: tu traiu ela mano?
Júnior: claro que não, tá louco?
Gu: o que foi então? - foi o que consegui ouvir eles falarem enquanto saia dali. Eu juro que adoro o Neymar, mas eu não aceito que machuquem a minha amiga, de jeito nenhum!
Subi pro meu quarto, me joguei na cama e mandei uma mensagem pro Gui, pedindo pra ele pegar a Clara no aeroporto. Ele queria saber o que tinha acontecido, mas falei pra ele perguntar pra ela, seria melhor. Só falei mais ou menos o horário que ela chegaria por lá e nos despedimos.
Gabriela off

             



Voltei e voltei com tudo hein! hahaha
Não me matem, por favor, isso é só pra dar uma emoção na fic.
Confiem em mim, please!
Comentem aí e me desculpem pela demora.
Espero que vocês continuem me acompanhando :)
Logo mais eu posto o próximo, que já está quase pronto também.
Beijos e obrigada pelo retorno no ultimo post!







domingo, 6 de agosto de 2017

I'am back!!

Hey girls, miss you!
Eu sei que sumi e não vou depositar essa culpa em obrigações, imprevistos ou qualquer outra coisa. A culpa foi minha mesmo. Não sei o que houve, mas eu tinha perdido a vontade de postar, não sei por que. Não foi nada com o Neymar, com o blog ou o que quer que seja relacionado a essa saga em que estamos envolvidas. Eu apenas não conseguia, apesar da criatividade estar tinindo na minha cabeça. Sentava na frente do computador, escrevia três linhas e parava.
Pois bem, estou disposta a voltar a postar, porém, todavia, entretanto, preciso da opinião e compreensão de vocês.
Vocês desejam que eu volte? vão continuar acompanhando mesmo eu sendo a desnaturada?
Pretendo voltar tanto com esse da Clara, quanto com o blog da Dani, que eu me sinto na obrigação de terminar. Mas depende de vocês!
E aí, voltaremos?
Respondam por favor, prometo tentar postar com frequência.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Capítulo 57 - Surpresa!

Dedicado a Sabrina, a fã número 1 DO BLOG :)

Curti o resto do dia todo do lado do meu pretinho e de noite, rolou uma festinha num restaurante de Barcelona, só com o nosso pessoal mesmo e alguns jogadores do Barça. Tivemos um fim de noite maravilhoso e acho que o Júnior amou seu dia, por que o tempo todo esteve com um sorriso no rosto.

12.03.2015 (quinta-feira)
Hoje é um dia muito especial pra mim e pro Ju. Completamos um ano de namoro, tinha tudo pra ser um dia super feliz, mas infelizmente eu tô longe dele. Queria fazer surpresa de novo e ir pra Barcelona, porém, amanhã tenho minha festa de formatura da faculdade e obviamente não conseguiria voltar a tempo. O Jú disse que não sabe se vai conseguir vir pra festa e isso me deixou bem triste também, mas eu não posso fazer nada né.
Levantei da cama com muita preguiça, estava louca pra ficar em casa, mas tenho reunião com um grupo de colaboradores do Instituto hoje, olhei as horas e eram 8h10. Deixei o celular na cama, fui pro banheiro, fiz o que tinha que fazer, tomei um banho rápido, me arrumei, preparei minhas coisas, fui pra sala, deixei tudo ali e fui pra cozinha, encontrando a Rose 
Clara: bom dia, meu amor - dei um beijo na bochecha dela e me sentei
Rose: bom dia minha linda - sorriu - já boto seu café na mesa
Clara: sem pressa - sorri - ainda tenho - olhei no relógio - uma hora pra sair de casa - ela riu
Rose: então tá bom - peguei meu celular, olhei o whats e não tinha mensagem nenhuma do Neymar, ok né. Entrei no insta e já resolvi postar uma foto nossa, que tiramos em Trancoso no Ano novo.
mclarafbertolli: 365 dias! 365 dias que estamos juntos e parece que já é uma vida inteira, mas cara, é só um ano. E isso é pouco perto do tempo que quero ficar ao seu lado. Só quero te agradecer por tudo, por ser esse cara perfeito, amigo, companheiro e que nunca desistiu de nós, mesmo com muitas barreiras tentando nos impedir de ser feliz. Obrigada por ser o namorado mais perfeito do mundo. Eu te amo muito e tô morrendo de saudades!! @neymarjr #meujogador #felizumano #querovocê #vempracá
Não olhei os comentários por que a Rose já tinha colocado meu café na mesa e como eu demoro pra comer, acabaria me atrasando
Clara: obrigada Rose - mandei um beijo pra ela, que sorriu - já comeu? - ela assentiu - chata, devia ter esperado pra comer comigo
Rose: na próxima eu espero, juro - ela riu e eu ri fraco [...] terminei meu café, escovei meus dentes e ouvi a campainha tocar, voltei pra sala e vi a Rose fechando a porta com um buque de rosas vermelhas enorme nas mãos, eu sorri
Clara: é pra mim? - ela sorriu 
Rose: é claro que é - deu uma risadinha e me entregou - tem um cartão aí - procurei ali e o peguei. Abri o mesmo e de cara reconheci aquela letra linda (só não sei como ele conseguiu mandar pra cá né), sentei no sofá e comecei a ler...


Bom dia! 
Hoje faz um ano que estamos juntos 
e eu só quero te agradecer por tudo! Obrigado!
Mesmo não estando aí com você, 
minha missão é te deixar com esse sorrisão aí.
Um ano que parece uma vida. 
Saudades...
Feliz um ano!
                           Te amo pra caralho!!            
                             
                                      Neymar Jr.

Nem preciso dizer que estava com um sorriso que mal cabia na cara e com o rosto cheio de lágrimas né, pois é haha. Dei um beijo no cartão e levantei
Clara: Ro, tira uma foto aqui pra mim por favor - entreguei o celular pra ela
Rose: pode tirar?
Clara: peraí - me arrumei - pronto
Rose: tirei duas, vê qual ficou melhor - me entregou o celular
Clara: obrigada meu amor - ela sorriu e foi pra cozinha. Vi que já eram 9h54, então resolvi postar a foto depois - Rose! - falei um pouco mais alto e ela apareceu ali - coloca num vaso pra mim? - entreguei pra ela - se eu demorar mais, vou acabar me atrasando
Rose: claro, pode ir que eu coloco
Clara: obrigada - peguei minha bolsa - tô indo - dei um beijo nela
Rose: vai com Deus 
Clara: amém! fica com Ele - mandei um beijo pra ela e saí de casa [...] entrei no carro e antes de dar partida, postei a foto no insta.
mclarafbertolli: Não existe namorado mais perfeito! Mesmo de longe, sempre me surpreende. Eu te amo muito! Obrigada!! @neymarjr
Não fiquei olhando os comentários, mas nas notificações deu pra ver vários "como ele é perfeito", "se casem", "Neymar é romântico e eu nem sabia", entre outros, mas eu estava muito ocupada pra ver tudo. 
Liguei o som, dei partida e fui rumo a São Vicente, pra reunião no Instituto.
[...]
Depois da reunião com a Nadine e o colaboradores, acabei ficando por lá pra almoçar com ela lá no D'Boa. Chegamos lá, nos sentamos e já fizemos nossos pedidos
Clara: a senhora vai na minha festa de formatura amanhã né?!
Nadine: mas é claro, não vou deixar de te prestigiar nesse momento importante né
Clara: acho ótimo - sorri e o celular dela começou a tocar, ela olhou na tela e pediu licença, se levantando logo em seguida, eu hein. Peguei meu celular e vi que tinha notificacão do Júnior no insta (que NÃO me mandou nem uma simples mensagem no wpp, mas ok), abri a foto
neymarjr: Hoje é um dia muito especial, por que é a data que me lembra que a um ano atrás eu fiz a melhor escolha da minha vida (já tinha feito essa escolha muito antes né, mas não dependia só de mim haha). Como você disse e eu te disse também naquele cartão, são 365 dias que mais parecem uma vida e eu espero que realmente seja uma vida inteira o tempo que eu vá ficar ao seu lado. Você sabe que mesmo estando longe, estou bem pertinho, aí no seu coração e você no meu. Obrigado por ser perfeita pra mim... Como eu também já te disse hoje, te amo pra caralho! @mclarafbertolli #felizumano #minhabandeira #tambémquerovocê 
torcida_clamar: VOCÊS SÃO MARAVILHOSOS, MEU DEUS, SE CASEM PFFVVRR. EU AMO VOCÊS!!
marcelafbertolli: Lindos!! amo vocês
onelovemcbertolli: Espero que você continue fazendo ela feliz, por que vocês são lindos juntos!
gabsmarques: MEU CASAL!!
principenjr: Sem comentários
nadine.goncalves: Maravilhosos, que Deus abençoe sempre vocês!
mclarafbertolli: Lindo, maravilhoso, gostoso, amor da minha vida!! Obrigada por tudo. Uma vida inteira com você! E eu também te amo pra caralho!! hahaha
loveclamar: SOCORRO, QUE LINDOS, NEYMAR MARAVILHOSO E CLARA SEM COMENTÁRIOS HAHAHAHAHA MELHOR PESSOA DA VIDA
Parei de ver os comentários quando a Nadine me despertou
Clara: oi - ri e bloqueei o celular
Nadine: você e o Juninho apaixonadinhos assim, me deixa boba - sorriu
Clara: eu amo seu filho, demais! - sorri também
Nadine: e você pode ter certeza de que ele te ama muito também
Clara: eu sei - sorrimos juntas. Ficamos ali conversando e ela parecia estar escondendo algo, mas ok. Almoçamos em meio a algumas risadas, depois de ela contar algumas coisas sobre o Júnior [...] - adorei nosso almoço, mas agora eu tenho que ir né, tenho que voltar pra São Paulo - fiz um bico
Nadine: tem mesmo - eu a olhei estranho - é, é que senão fica tarde e com muito trânsito pra voltar né
Clara: ah, sim, é verdade - sorri e levantamos - então até amanhã né - dei um beijo e um abraço nela
Nadine: até amanhã minha linda - saímos, nos despedimos mais uma vez e fomos cada uma pro seu carro. 
[...]
Cheguei no meu prédio, deixei o carro na garagem e tinha um carro que eu não conhecia, estacionado na minha vaga de visitantes. Deve ser parente de algum vizinho né, devem ter avisado a Rose. Peguei minhas coisas, travei o carro e fui chamar o elevador, que logo chegou e entrei no mesmo. Desci no meu andar, procurei minha chave na bolsa e abri a porta, estava tudo escuro, então acendi as luzes da sala e dei de cara com balões de coração pendurados no teto, com algumas fotos minhas e do Júnior. Não acredito que ele fez isso! Sorri já com lágrimas nos olhos e tranquei a porta, olhei em volta e não tinha ninguém ali. Coloquei minha bolsa no sofá, fui na cozinha na esperança de encontrar a Rose e: nada também! Fui pro quarto e no corredor tinham vários coraçõezinhos pendurados em fitinhas, cada um com uma frase, coisa mais linda. Aí já não consegui segurar e as lágrimas escorreram no meu rosto, esse menino não existe! Entrei no meu quarto e tinham mais vários balões no teto, com fotos nossas penduradas, coloquei a mão no rosto
Clara: você tá aqui? - ri nervosa olhando em volta do quarto - amor, aparece - sequei meu rosto e fui até o closet, o encontrando ali, sentado no meu puff, com outro buquê nas mãos e sorrindo - você não existe - voltei a chorar e ele levantou, vindo até mim - eu te amo - o abracei
Júnior: eu te amo muito, meu amor - deu um beijo no meu pescoço - feliz um ano - disse no meu ouvido e eu sorri, o olhando
Clara: você é maravilhoso - sorri e lhe dei um selinho - feliz um ano - disse com a boca colada na dele e o mesmo deu inicio a um beijo maravilhoso, que só foi interrompido pela falta de ar
Júnior: isso é seu - sorriu e me entregou o buquê
Clara: obrigada - dei um selinho demorado nele e fiquei o olhando - eu ainda não acredito que você tá aqui - ele riu
Júnior: tô aqui, todinho seu - disse sorrindo
Clara: por que você não me falou que vinha?
Júnior: por que a surpresa ia deixar de ser surpresa né - eu ri
Clara: lindo - ele riu e me deu um selinho - vem pra cá - puxei sua mão e voltamos pro quarto - então amanhã você vai estar na minha formatura - abri um sorrisão e ele riu
Júnior: sim senhora, não ia deixar de vir participar desse momento né
Clara: e quem sabia que você ia fazer isso?
Júnior: além da Rose, nossos pais, a Rafa, óbvio, a Gabi e o Gui
Clara: claro né, todos sabiam, menos eu - revirei os olhos e ele riu
Júnior: foi por uma boa causa - me deu um beijo rápido
Clara: ótima causa, eu diria - rimos - eu tava morrendo de saudade! - o abracei forte e ele riu, retribuindo
Júnior: eu também tava, por isso tô aqui - desfizemos o abraço
Clara: pera, deixa eu tirar foto disso, por que tá muito fofo - ele riu e se afastou da cama
Júnior: me dá as flores pra eu colocar num vaso - entreguei a ele - já volto - me deu um selinho e saiu do quarto. Peguei meu celular no bolso da calça e tirei uma foto dali, já editando e postando no insta 
mclarafbertolli: ELE VEIOO!!! Acabo de comprovar que eu tenho o melhor namorado do mundo sim! Melhor surpresa da vida e nessa foto tá só uma parte dela. Parece que vai rolar overposting hoje hahahaha. Eu te amo @neymarjr #ELEVEIO #asalataigual #ocorredortambém #euchorei #NJromântico #felizumano
Não olhei os comentários por que o Jú tinha voltado pro quarto
Júnior: sai desse celular, vai - tirou o celular da minha mão e me levantou da cama
Clara: só tava postando a foto da surpresa do melhor namorado do mundo - dei um selinho nele
Júnior: esse cara aí deve ser fodão mesmo hein - eu ri
Clara: ele é tudo ão - ele riu - eu te amo
Júnior: te amo - me deu três selinhos 
Clara: tenho que te dar seu presente - me soltei dele
Júnior: tu comprou porque? nem sabia que eu viria
Clara: sei lá, devo ter sentido que tu vinha - rimos e eu entrei no closet, peguei os presentes dele e voltei pro quarto - toma
Júnior: que isso hein - sentou na cama com os embrulhos. Primeiro ele abriu o que tinham dois headphones da Ferrari, da ultima geração - caralho, que top mano - tirou os dois da caixa -  quem disse que eu não tenho Ferrari? - rimos - chegar de head novo nos jogos, ó - colocou um na cabeça e eu ri - obrigado, muito foda, gostei - me deu um selinho demorado
Clara: sabia que você ia gostar - sorri e ele riu - abre o outro - apontei e ele pegou o outro embrulho, que tinha um relógio da Gaga Milano, que eu achei a cara dele
Júnior: mano, cê gastou mó dinheiro comigo e nem precisava - disse me olhando
Clara: você gostou? - levantei a sobrancelha
Júnior: claro, olha isso aqui - me mostrou o relógio
Clara: então tá tudo certo meu amor, você também gasta dinheiro comigo e eu não reclamo - ele revirou os olhos
Júnior: chata - guardou o relógio na caixa - vou usar hoje - levantou o mesmo - e por falar em gastar, o seu eu só vou dar de noite
Clara: cheio de graça você, devia ter deixado o seu pra depois então - ele riu e me deu um selinho
Júnior: te amo
Clara: chato
Passamos a tarde toda colados, assistindo alguns filmes e aproveitando o tempo juntos [...] por volta das 20h30, começamos a nos arrumar, já que o Júnior tinha feito reserva pras 22h no P6.
Júnior: tá pronta? - disse colocando a camiseta
Clara: sim senhor - disse pegando minha bolsa
Júnior: bora então - colocou o celular no bolso e saímos do quarto. Pegamos nossas coisas, saímos, tranquei a porta e descemos pra garagem
Clara: de quem é esse carro, que eu nunca tinha visto? - ele destravou o mesmo
Júnior: como nunca tinha visto? - entramos
Clara: esse carro não é seu
Júnior: não, mas você já viu sim - me olhou e deu partida
Clara: não lembro - ri
Júnior: é do meu pai - riu
Clara: nossa, verdade - rimos - que lerda eu, nem me toquei
Júnior: eu sabia que você não ia perceber, por isso vim com ele
Clara: surpresa tem que ser bem feita né - dei um sorrisinho falso, me referindo a que eu fiz pra ele e ele riu
Júnior: não tenho culpa de reconhecer até tua mão - revirei os olhos e ele pegou minha mão, beijando ela logo em seguida
[...]
Chegamos ao P6, o Izac nos levou até uma mesa reservada, nos sentamos, ele nos entregou o cardápio e saiu
Júnior: vai querer o que? - disse me olhando
Clara: o mesmo que você - balancei o ombro
Júnior: vou pedir um vinho primeiro - eu assenti e ele fez sinal pro Izac, que veio até nossa mesa, o Jú pediu o vinho e ele saiu novamente - amanhã vai ser aqui em São Paulo mesmo?
Clara: vai, vai ser no Espaço das Américas
Júnior: tu chamou algum dos meninos?
Clara: chamei todos, mas acho que só vai o Gui e a Dani
Júnior: eles vão no show do Thiaguinho né
Clara: é, e me admira você, perder show dele, estando no Brasil - nosso vinho chegou, o garçom nos serviu, agradecemos e ele saiu
Júnior: eu vim pra cá por causa de você né - eu sorri
Clara: todo lindinho você - dei um gole no vinho
Júnior: eu tento né - rimos
Clara: besta - Conversamos enquanto tomávamos o vinho e já fizemos o pedido do nosso jantar
Júnior: bom, agora eu vou te dar o meu presente né - pegou algo no bolso e eu fiquei o olhando, ele tirou uma caixinha vermelha e não entendi nada. Ele estendeu a mão pra eu pegar a caixinha e eu fiquei o olhando - pega, louca - riu - é seu
Clara: o que é isso? - peguei da mão dele e continuei o olhando, ele riu - para de rir, idiota, eu hein - abri a caixinha e tinha um anel lindo, de coroa, cheio de cristaizinhos, fiquei apaixonada né - que lindo - peguei o anel e fiquei o olhando - Júnior, isso deve ter sido uma nota
Júnior: direitos iguais, amor - me olhou sorrindo - gostou? - eu assenti sorrindo
Clara: claro né, é lindo - ele pegou da minha mão e colocou no meu dedo anelar da mão esquerda
Júnior: esse ainda não é o de noivado tá - eu ri
Clara: ah, ainda?! - dei enfase e ele riu
Júnior: claro, ou você acha que agente não vai casar? - ficou me olhando
Clara: ui, desculpa aí - ele riu e me deu um selinho demorado - obrigada, eu amei - dei um beijo rápido nele - mas eu vou guardar, por que eu quero usar na formatura amanhã - ele sorriu, enquanto eu tirava o anel do dedo e colocava na caixinha de volta
Júnior: não vai perder hein
Clara: óbvio que não, né Júnior
Júnior: ui, Júnior - riu e eu acabei rindo também. Ele chamou o Izac e pediu pra tirar uma foto nossa. Ele tirou e devolveu o celular pro Jú - valeu Izac
Izac: precisando, é só chamar - sorriu e saiu
Júnior: vou postar - eu assenti e ele ficou mexendo lá - pronto - peguei meu celular e fui ver
neymarjr: Ela pediu e eu vim né hahaha. Melhor companhia pra vida! Eu te amo @mclarafbertolli
rafaella: eu amo vocês!!
torcida_clamar: E ESSA CAIXINHA NA MESA? NÃO BRINQUEM COMIGO, O QUE É ISSO?
userfem: Anel de noivado ali?
usermasc: retribuo tds
principenjr: vcs são muito iludidas, óbvio que não é de noivado
njrmyair: Se ele pediu ela em casamento, vai ser tiro pra todo lado, estou só aguardando
guipitta: que isso hein, que moral hahahaha
lovedamar: Falem pra gente se é anel de noivado, por favorrr @neymarjr @mclarafbertolli
mclarafbertolli: Eu te amoo!!
Parei de ver os comentários por que nossa comida tinha chegado.
Júnior: você pega o celular pra ver uma coisa e não larga mais
Clara: nossa, desculpa, chato - coloquei o celular na mesa - é que o anel saiu na foto e elas estão achando que você me pediu em casamento - ri
Júnior: são loucas - riu - mas em breve o pedido virá
Clara: ai ai - ele riu - vamos comer né - jantamos num clima maravilhoso, depois comemos a sobremesa, o Júnior disse que ia pedir "Bruna Marquezine", óbvio que pra me irritar né, mas acabou pedindo Rafaella, assim como eu. Ele não me deixou pagar nem um centavo do jantar, mas tudo bem. Voltamos pro meu apê, entramos e já fomos direto pro quarto - ai, tô cansada
Júnior: então você vai cansar mais segurou meu rosto e me beijou, sem nem me dar tempo de fazer algo. É óbvio que eu retribuí e dei continuação no beijo, até por que, não sou de ferro né hehe. Ele ficou por cima de mim e continuamos nos beijando intensamente. Quando a falta de ar nos fez parar, levei minha mão até a barra da sua camisa e a tirei. Toquei levemente na sua barriga, ele se arrepiou e saiu de cima de mim, só entendi o porquê, quando percebi que estava tentando tirar a minha calça. E conseguiu. Fez o mesmo com a sua calça, jogou-as em um canto qualquer, levantei os braços para que a blusa tivesse o mesmo destino e ele entendeu o recado. Tirou-a sem nenhuma pressa, e sem desviar seus olhos dos meus, o que já foi o suficiente para me fazer delirar, depois atacou o meu pescoço com beijos e leves mordidas que, com certeza deixariam marcas ali. Aos poucos foi descendo os beijos até os meus seios, começou a mordiscar e sugar um, enquanto massageava prazerosamente o outro. Não consegui segurar os meus primeiros gemidos e inconscientemente arranhei suas costas, o que também fez com que ele soltasse alguns gemidos, de dor, talvez. Depois de alternar entre um seio e outro, a trilha dos seus beijos foi descendo cada vez mais, parando abaixo do meu umbigo. Me olhou mordendo os lábios e passou a língua lentamente por cima da minha calcinha, gemi um pouco alto e ele sorriu para depois tirar de vez a calcinha e me deixar em um completo êxtase ao me penetrar com os dedos, enquanto sua língua continuava me estimulando. Depois intercalou, tirou os dedos e penetrou apenas língua, fazendo movimentos circulares.
Eu me contorcia, apertava os lençóis e não demorou muito para sentir o primeiro orgasmo. 
Ele voltou a ficar completamente em cima de mim e enquanto me beijava comecei a descer a sua cueca box, ele sorriu entre o beijo, terminou de tirá-la e eu consegui ficar ainda mais excitada quando o seu membro roçou levemente na minha intimidade, deixando ainda mais obvio que ele também já estava muito excitado. Inverti as posições, sentei em seu colo, fazendo-o gemer, as minhas mãos caminharam por todo o seu corpo, sem um pingo de pressa também. Fazê-lo sofrer não é assim tão ruim... Mordi, e arranhei, mas beijei muito mais. Quando percebi que já estava desesperado, desci os beijos até o seu membro já totalmente ereto, segurei-o e o abocanhei. 
Ele gemia com vontade, o que só fazia os movimentos da minha mão e da minha boca aumentarem de intensidade. Ele gozou dentro da minha boca, e me puxou pra cima, nos permitindo ficar ainda mais colados, e me beijou. Masturbei-o rapidamente, e como não esperava, gemeu alto de novo, depois me posicionei em seu membro, deslizei sobre ele e gememos juntos. Ele virou-se na cama, ficando por cima de mim, me beijou novamente, dessa vez de um jeito mais voraz e imediatamente me penetrou forte, começou com vai e vem lento e foi aumentando a velocidade conforme nosso desejo mandava. Ele deu uma ultima estocada funda e mais forte. Gemi um pouco alto e gozei novamente, ele sorriu vitorioso e me deu um beijo, um tanto quanto voraz.Virei nossos corpos fazendo com que eu ficasse por cima dele, me posicionei em cima do seu membro e me sentei com vontade o que o fez soltar um gemido alto e logo depois o meu nome. Sorri e continuei com meus movimentos enquanto ele me ajudava, com as mãos na minha cintura e vez ou outra apertando minha bunda. Aumentei a velocidade e logo senti seu liquido quente me invadindo, acompanhado de um gemido super sexy que me fez ficar mais molhada ainda. Ao longo da noite fizemos outras posições e de tão cansados, acabamos dormindo nus, sem nem tomar um banho, eca!
Acordei na sexta com o celular despertando ás 06h30, ninguém merece! Desativei o alarme pra não acordar o Júnior e me levantei, ri quando me dei conta de que estava sem roupa, mas ok haha. Fui pro banheiro, tomei um banho rápido, saí, me sequei, enrolei a toalha no corpo, voltei pro quarto e o Júnior estava acordado, mexendo no celular
Clara: dorme amor, tá cedo
Júnior: não vou conseguir dormir sem você - eu sorri
Clara: então toma um banho, pra gente tomar café, vai - ele ficou me olhando - vai amor, eu não posso me atrasar
Júnior: eu falo pra minha mãe te dar folga hoje vai, fica aí
Clara: não dá, sério, hoje eu vou fazer uma gincana com as crianças, não posso dar esse furo com elas
Júnior: então tá né - bufou e sentou na cama, tirou o lençol das pernas e riu quando percebeu que estava como veio ao mundo - você acaba comigo mano - eu ri e ele foi pro banheiro com o lençol enrolado na cintura
Clara: te amo, lindo - ouvi a risada dele e sorri. [...] Terminei de me arrumar e o Júnior saiu do banheiro com a toalha enrolada na cintura - vai rapidinho tá?! vou lá preparar o café
Júnior: sim senhora - dei um selinho nele e saí do quarto. Fui pra cozinha, fiz três mistos quente, dois pra ele e um pra mim, fiz suco de laranja e coloquei algumas frutas na mesa, logo o Júnior apareceu ali e estava arrumado
Clara: ué, se arrumou pra que? não vai ficar aqui? - nos sentamos
Júnior: não, vou levar você e aproveito pra ver minha mãe, tenho que pegar minha roupa lá
Clara: na volta você me deixa no salão? - ele assentiu
Júnior: e você vai voltar como?
Clara: você me pega - dei um sorriso mostrando os dentes e ele riu
Júnior: tu é muito folgada
Clara: seja gentil - disse comendo meu misto
Júnior: tô sendo, amor, tô sendo - eu ri e ele me deu um selinho - te amo
Clara: te amo - sorri. Tomamos nosso café da manhã com muito love. Assim que terminamos, ele me ajudou com a louça, escovamos os dentes, pegamos nossas coisas e saímos [...] Entramos no carro, o Jú deu partida e eu peguei meu celular, tinha um monte de notificação de comentário, todos dizendo que tinhamos noivado e blá blá blá, então resolvi esclarecer né, peguei a foto que eu tinha mandado pra minha mãe e postei
mclarafbertolli: Gente!! Sem bagunça vai, não vai ter "tiro" e não vai ter "chupa" também. O Júnior não me pediu em casamento, não era um anel de noivado, era um anel normal, de presente de aniversário de namoro, apenas isso! Parem com essa loucura, amo o carinho e atenção de vocês, mas vamos com calma né. Eu e o Jú estamos felizes, mas tudo no tempo certo. Beijo! E mesmo sem pedido de casamento #aquiéclamar hahahaha amo vocês!
gabsmarques: HAHAHAHA você é a melhor pessoa desse mundo #euameioanel #amoreutambemquero #aquiéclamar
detalhadamente: anel normal é só modo de dizer né mana, pra eu comprar um desse, eu teria que vender meu rim!
onelovemcbertolli: Que lindo! E você é maravilhosa por sempre esclarecer as coisas, te amo!
principenjr: você se acha né garota, só postou pro mundo ver que o Neymar te deu um anel que custa o olho da cara e ainda quer ser foda com essa hashtag ultrapassada
rafaella: hahahaha linda #aquiéclamar
gilcebola: major manda bem demais #amoreunãotenhodinheiro #tedouumdeplastico #équaseigual #aquiéclamar @gabsmarques te amo hahahahaha
danigaido: #aquiéclamar
njrmyair: Meu Deus, olha esse Gilmar e a Gabi HAHAHAHA os melhores depois do Jú e a Clara
guipitta: Ultrapassada é você com sua inveja! @principenjr #aquiéclamar #aquiéclamar #aquiéclamar #aquiéclamar #aquiéclamar #aquiéclamar
neymarjr: AINDA não teve pedido de casamento, aguarde!! hahaha Eu te amo mulherr! #aquiéclamar
loveclamar: "hashtag ultrapassada" mimimi e toma NJ postando a tag também hahaha teve tiro sim hein Clara. Eu amo vocês, sério! #aquiéclamar
Olhei pro Júnior e ele tava com o celular na mão, só aí eu me toquei que ele já tinha parado o carro na frente do Instituto, eu desci e ele desceu também 
Clara: ué, vai entrar?
Júnior: vou ué - alarmou o carro e veio pro meu lado, entrelaçando nossas mãos
Clara: quero ver o tumulto
Júnior: relaxa ow - passamos pela entrada, eu passei o meu crachá e o segurança passou o dele pro Júnior entrar. Entramos lá e fomos direto pra sala da Nadine, o Jú bateu na porta e ela disse pra entrar - bom dia mamãe - sorriu e ela fez o mesmo, levantando pra abraçá-lo
Nadine: pensei que só ia te ver de noite - deu um beijo nele - tudo bem?
Júnior: tudo e a senhora?
Nadine: melhor agora né - riu - oi Clarinha - me deu um beijo e um abraço - deu tudo certo ontem né?! - nos olhou
Clara: tudo certíssimo - rimos - eu adorei a surpresa - sorri e o Jú deu um beijo na minha bochecha
Nadine: e o casamento, é pra quando? - nos olhou sorrindo e nós rimos
Clara: vamos com calma né, devagar a gente chega lá - o Jú riu
Júnior: já falei pra ela que logo logo o pedido vem - a tia Na riu
Clara: nem falo nada - ri - bom, agora vou pra minha sala, por que meus pequenos me esperam - dei dois selinhos no Júnior
Júnior: você sai que horas?
Clara: hoje saio as três - ele assentiu
Júnior: o salão é em São Paulo?
Clara: isso, marquei pras cinco
Júnior: tá, te pego as três então - eu assenti e ele me deu um beijo rápido
Nadine: você podia vir aqui almoçar com a gente, né, filho
Júnior: pode ser, vou lá ver a Rafa e trago ela também
Clara: ótimo, tô indo então - mandei beijo pra eles e saí da sala, apertei o botão do elevador e enquanto ele não vinha, tirei uma foto e postei no insta
mclarafbertolli: Bora botar a mão na massa, por que hoje tem gincana com a minha galerinha @institutoneymarjr
Nem olhei os comentários, poque o elevador chegou...







Postei mais um!!
Demorei um pouco por que esperava uma quantidade
maior de comentários, mas ok, fiquei muito tempo sem postar,
então não vou exigir muito, mas nesse vocês podem melhorar né.
Comentem bastante e deem opiniões.
Nos próximos a coisa vai começar a azedar, aproveitem hahaha.
Beijos e obrigada!!